Como saber se estou negativado?

O “nome sujo na praça” é uma realidade que, infelizmente, atinge grande parte da população, sendo uma preocupação para muitos. Mas como saber se essa é uma realidade na qual estou inserido?


Recentemente, têm surgido notícias sobre o aumento dos índices de endividamento em nosso país, motivados pelos mais diferentes fatores como os efeitos da crise econômica em virtude da pandemia do coronavírus, o aumento da inflação ou até mesmo a desorganização financeira.


Diante disso, muitas pessoas têm passado a se questionar se estão na lista dos inadimplentes, ou seja, se estão negativadas, ou como a situação é popularmente chamada: estão com o “nome sujo”.


Mas afinal, o que significa estar negativado?


De modo simples, um consumidor negativado ou com o nome sujo, é aquele que adquiriu uma dívida de qualquer natureza e não realizou o pagamento na data prevista.


Na prática, não existe um prazo mínimo de atraso no pagamento para que o CPF da pessoa possa ser incluído na lista de inadimplentes, pois a inclusão deve ser solicitada pela instituição que foi lesada pela falta de pagamento, seja ela um lojista que realizou a venda de um produto ou serviço, ou o banco que forneceu um empréstimo, por exemplo.


No entanto, a solicitação pode ser feita assim que a data de vencimento da dívida for extrapolada, o que significa que o seu nome pode ser negativado logo no dia seguinte do atraso.


SPC, SERASA E SCPC


No Brasil existem os chamados “órgãos reguladores de crédito”, que são instituições que armazenam os dados dos maus pagadores, sendo capazes de informar a lojistas ou instituições financeiras se determinada pessoa tem um bom histórico de pagamento ou não. São elas: SPC, SERASA E SCPC.


O SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) atua junto à Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), reunindo e processando todas as operações de crédito de suas associadas, o que permite agregar informações a respeito de consumidores inadimplentes em uma grande base de dados de comerciantes em todo o Brasil.


A atuação do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) e do Serasa é similar à do SPC, porém contam também com o objetivo de fornecer às empresas de crédito análises completas do histórico dos pagadores, o que auxilia instituições financeiras a tomarem decisões sobre a concessão de crédito para determinada pessoa.


Como saber se seu nome está negativado


Os órgãos de crédito permitem consultas tanto por parte das instituições interessadas em saber o histórico dos pagadores, quanto do próprio consumidor que deseja saber se está com algum problema de endividamento.


As consultas no site do Serasa e SCPC são simples, e podem ser feitas rapidamente e de forma gratuita. Já para o SPC é preciso pagar uma taxa para emissão do relatório, mas este é oferecido com um maior detalhamento.


É válido lembrar que seu CPF não precisa estar, necessariamente, vinculado a todas as listas de inadimplentes, uma vez que cada comerciante ou instituição financeira possui parceria com determinado órgão. Assim, caso você possua algum problema e deseja consultar a situação do seu cadastro, é importante verificar em todos as três opções.


Quais os problemas enfrentados por quem se encontra negativado?


O principal problema de estar negativado é a restrição de acesso ao crédito, que pode ser parcial ou completa a depender do caso.


Na prática, isso significa que a pessoa com nome sujo terá grandes dificuldades para conseguir um empréstimo ou financiamento, ou até mesmo para parcelar compras. O mesmo é válido para solicitações de cartão de crédito e abertura de conta no banco.


É possível limpar o nome?


Apesar de, em muitos casos, o pagamento das dívidas não ser uma tarefa tão simples, essa é a única maneira de retirar as restrições do seu cadastro e voltar a ter o nome limpo na praça.


Para isso, basta procurar a instituição credora a qualquer momento e negociar as dívidas, que podem ser pagas integralmente ou parceladas. A partir do momento do pagamento completo ou da primeira parcela, a empresa tem até 5 dias úteis para solicitar a retirada do seu nome da lista de inadimplentes.


No entanto, é importante lembrar que, mesmo após limpar o nome, seu histórico permanece, e será levado em conta no momento de solicitar crédito às instituições financeiras, o que significa que estas podem ofertar limites mais baixos ou taxas de juros maiores, por exemplo.


Dicas para evitar ficar negativado


A melhor solução é sempre evitar o endividamento, e para isso existem algumas dicas podem contribuir:

  • Realize um planejamento financeiro que leve em conta seus principais gastos e metas

  • Acompanhe as datas de vencimento das contas para não passar dos prazos, e se possível utilize o débito automático

  • Acompanhe de perto o cartão de crédito para evitar surpresas ao abrir a fatura e procure centralizar os gastos em único cartão para facilitar a visualização

  • Evite compras impulsivas e procure manter uma reserva financeira para situações de emergência

15 visualizações0 comentário